Coronavírus e tabagismo: uma combinação perigosa

ean Sasse
Agente de Prevenção da Cruz Azul no Brasil

Ainda que o número de fumantes no Brasil, acima de 18 anos, segundo dados do INCA/Ministério da Saúde venha caindo em relação aos últimos anos (em 1989 eram 34,8% e em 2014 havia 14,7%,) a preocupação e os cuidados com a saúde dessas pessoas – que fazem parte do grupo de risco do COVID-19 – continua e é muito grande, em especial no atual momento de pandemia mundial desta doença infectocontagiosa.
Portanto, diante do atual quadro de saúde pública uma pergunta e reflexão se faz necessária quanto a rotina e hábitos diários de um fumante de cigarros “normais”, narguilé, “vaper” (vaporizador:
– Está ele tomando todos os cuidados preventivos contra o Coronavírus, tais como: lavar as mãos com frequência, isolamento, álcool, máscara e afastamento de seus pares?
Para todos que estão preocupados com a ação e efeitos do Coronavírus é importante saber que um estudo, publicado em fevereiro de 2020 pelo jornal“Chinese Medical Journal”, avaliou 78 pacientes fumantes hospitalizados com o COVID-19 e, desses, 14,1% obtiveram a piora do seu quadro e 85,9% estabilizaram ou melhoraram.
Com esse estudo chegaram aos seguintes fatores complicadores das pneumonias:

• A idade acima de 60 anos aumenta a chance de agravamento do caso em 8,54 vezes;
• A temperatura corporal elevada na admissão aumenta a chance de piora em 8,9 vezes;
• A insuficiência respiratória é responsável por um aumento na chance de progressão em 8,7 vezes;
• As chances de agravamento aumentam com a queda da albumina (7,4 vezes) e com a elevação de proteína C-reativa (10,5 vezes);.
• O que chamou atenção foi o fato de que o TABAGISMO é responsável por 14,2 vezes mais chances de agravamento dos casos.

A conclusão e dica é que se você nunca fumou, ou parou de fumar, esse é o caminho certo para uma melhor qualidade de vida e enfrentamento à todos os problemas de gripe e saúde em geral. Por outro lado, para quem, ainda, é fumante agora é a oportunidade de parar de fumar, enquanto há tempo. Ter ou iniciar uma nova vida, mais saudável, natural e longe dos ambientes onde tenham fumaça ou fazem uso de qualquer tipo de tabagismo, que só conduz a morte, e não a VIDA.

Fontes:
– INCA/Ministério da Saúde: https://www.inca.gov.br/observatorio-da-politica-nacional-de-controle-do-tabaco/dados-e-numeros-prevalencia-tabagismo
– Jornal “Chinese Medical Journal”: https://journals.lww.com/cmj/Abstract/publishahead/Analysis_of_factors_associated_with_dise

Deixe seu comentário

Cruz Azul no Brasil - Para VIDA sem Drogas

Sede Cruz Azul

Rua São Paulo, n° 3424
Itoupava Seca, Blumenau / SC
CEP: 89.030-000

Redes Sociais

Criação de Site por Vale da Web