Pesquisar
Close this search box.
Pesquisar
Close this search box.

Cruz Azul no Brasil presente no 1º Fórum Estadual de Comunidades Terapêuticas do Paraná e no lançamento da Frente Parlamentar em Apoio às Comunidades Terapêuticas, Cuidados e Prevenção às Drogas

O Secretário Geral da Cruz Azul, Egon Schlüter, participou na manhã desta quinta-feira, 29/06/2023, em Curitiba, PR, do 1º Fórum Estadual de Comunidades Terapêuticas do Paraná” e do lançamento da “Frente Parlamentar em Apoio às Comunidades Terapêuticas, Cuidados e Prevenção às Drogas”. O mesmo aconteceu no Plenarinho Deputado Luiz Gabriel Sampaio da Assembleia Legislativa do Paraná (ALEP).

FÓRUM ESTADUAL

Participaram do 1º Fórum Estadual de Comunidades Terapêuticas a diretora geral da Secretaria do Desenvolvimento Social e Família, senhora Luiza Simoneli; o coordenador do Núcleo Estadual de Políticas Públicas sobre Drogas (NEPSD – PR), delegado Renato Bastos Figueiroa; o diretor do Departamento de Apoio a Comunidades Terapêuticas da Secretaria-Executiva do Ministério do Desenvolvimento e Assistência Social, Família e Combate à Fome, Dr. Sâmio Mendes; o presidente Federação Paranaense de Comunidades Terapêuticas Associadas (COMPACTA), senhor Thiago Massolin; o assessor jurídico da COMPACTA, senhor Felipe Olivari e o assessor contábil da COMPACTA, senhor Almir Nanemann, além de representantes de comunidades terapêuticas de todo estado do Paraná.

Segundo o serviço de Comunicação da Assembleia Legislativa do Paraná o coordenador do NEPSD – PR, delegado Renato Bastos Figueiroa, afirmou que o último relatório sobre drogas divulgado pela Organização das Nações Unidas (ONU), na última segunda-feira (26), apontou que houve um aumento de 45% dos transtornos mentais decorrentes do uso abusivo de substância psicoativas na última década. “Então é preciso somar esforços visando ampliar as ferramentas do Estado no tratamento destes dependentes químicos, e neste contexto, a iniciativa de hoje aqui na Assembleia se torna de extrema relevância para o estado do Paraná”, disse.

“O número de dependentes vem aumentando e infelizmente os serviços disponíveis para o tratamento destas pessoas não estão dando conta, então precisamos sim, buscar recursos visando o financiamento destas comunidades terapêuticas que fazem um serviço exemplar para a sociedade. Nós lançamos recentemente um Plano Estadual de Políticas sobre Drogas que vai nortear todos os eixos desta temática para os próximos quatro anos e essa Frente Parlamentar vem em boa hora para somar esforços junto ao estado do Paraná”, concluiu o delegado Figueroa.

O diretor do Departamento de Apoio a Comunidades Terapêuticas da Secretaria-Executiva do Ministério do Desenvolvimento e Assistência Social, Família e Combate à Fome, Dr. Sâmio Mendes, afirmou que “é muito importante o apoio a estas comunidades terapêuticas que acolhem as pessoas que sofrem a dependência química e parabenizar o deputado Gilson de Souza pela criação desta Frente Parlamentar que trata dos eixos que abrangem as políticas de prevenção, de acolhimento, tratamento e reinserção social”.

“Estamos na semana alusiva as políticas de prevenção. Nós temos três tipos de prevenções, a primária para aquelas pessoas que ainda não experimentaram nenhum tipo de droga, a secundária para aqueles que já usaram, seja por alguma experiência ou curiosidade, para que não se tornem dependentes e a terciária que é justamente para aquelas pessoas que já sofrem da dependência química, onde entra a questão do tratamento através das unidades terapêuticas para trabalhar a reinserção social destas pessoas e famílias que já vivem esta problemática”., sentenciou o Dr. Mendes.

No Estado do Paraná, estão cadastradas 41 comunidades terapêuticas financiadas pelo Governo Federal, sendo disponibilizadas 815 vagas para usuários com dependência química.

FRENTE PARLAMENTAR

A nova Frente Parlamentar é coordenada pelo deputado Gilson de Souza (PL). “Além de fomentar a violência, as drogas destroem a vida de pessoas e suas famílias, por isso estamos empenhados neste enfrentamento contra o consumo de drogas e em apoio ao valoroso trabalho prestado pelas comunidades terapêuticas, instituições que ajudam no acolhimento e na recuperação de homens e mulheres que lutam para vencer o vício”, destacou o parlamentar.

A Frente foi estabelecida com a missão de acompanhar e fiscalizar os programas e as políticas públicas governamentais destinadas à proteção da sociedade diante dos perigos das drogas. Os parlamentares querem trabalhar em parceria com as comunidades terapêuticas, com o Governo do Estado, o Ministério Público, o Poder Judiciário e com entidades ligadas à sociedade civil organizada, pois entendem que é preciso fazer um enfrentamento firme e sério contra as drogas.

Além do deputado Gilson de Souza, a frente também tem como membros os deputados: Soldado Adriano José (PP); Alexandre Amaro (Republicanos); Cantora Mara Lima (Republicanos); Evandro Araújo (PSD); Cristina Silvestri (PSDB); Adão Litro (PSD); Márcio Pacheco (Republicanos); Tiago Amaral (PSD); Maria Victoria (PP); Do Carmo (União); Samuel Dantas (Solidariedade); Cloara Pinheiro (PSD); Tercílio Turini (PSD); Delegado Jacovós (PL); Ney Leprevost (União); Gilberto Ribeiro (PL) e Hussein Bakri (PSD).

Para o coordenador, deputado Gilson de Souza, “a nossa intenção é trabalhar em parceria com as comunidades terapêuticas que já prestam um grande serviço par a sociedade e todos os órgãos públicos para que possamos juntos combater as drogas que tem prejudicado tantas famílias, destruído o sonho de muitos jovens e para isso precisamos nos unir. E as comunidades terapêuticas têm feito o melhor e nós queremos apoiá-las, ajudar a estarem estruturadas para continuar a prestarem um serviço ainda melhor a todos os paranaenses”.

Fonte: Informações e fotos do serviço de Comunicação da Assembleia Legislativa do Paraná, jornalista Antônio Dilay e fotos de Valdir Amaral. Disponível em: https://www.assembleia.pr.leg.br/comunicacao/noticias/frente-parlamentar-em-apoio-as-comunidades-terapeuticas-cuidados-e-prevencao-as-drogas-e

Deixe seu comentário