Pesquisar
Close this search box.
Pesquisar
Close this search box.

Comunicado de falecimento: do ex-Presidente da Cruz Azul Internacional, Dr. Albert Moukolo, muito amigo e apoiador da Cruz Azul no Brasil

A Família Internacional da Cruz Azul – International Blue Cross (IBC), e no Brasil estão muito triste, nesta semana, com o falecimento de seu ex-presidente, Dr. ALBERT MOUKOLO, no último dia 18 de maio de 2022, aos 71 anos. Nascido em 1951, casado e tinha dois filhos.

Albert era uma pessoa muito amada e querida em todo trabalho. Tinha também um carinho e atenção pelos trabalhos da Cruz Azul no Brasil e na américa latina. Inclusive ele esteve, em 2008 no Brasil, nos visitando e participando da Conferência e Assembleia Geral da Cruz Azul Internacional que aconteceu aqui no Brasil, na cidade de São Bento do Sul, SC, com a presença de delegações e representantes de mais de 30 países membros do trabalho da Cruz Azul no mundo. Ele deixa um legado notável como um grande líder e construtor de pontes entre pessoas e culturas. Compartilhamos está grande tristeza e oramos para que o terno cuidado de Deus envolva sua família e lhes dê conforto na vida eterna. “O Deus eterno é o seu refúgio, e embaixo estão os braços eternos.” Dt. 33:27.

UMA HISTÓRIA DE VIDA EM PROL DO AMOR AOS DEPENDENTES QUÍMICOS E SEUS FAMILIARES E AO TRABALHO DA CRUZ AZUL INTERNACIONAL

O Dr. Moukolo, cidadão suíço de origem congolesa, tinha uma vasta experiência profissional no campo da dependência química do álcool e outras drogas. Como especialista e consultor em dependência química trabalhou, entre outros, na Clínica Médica da Universidade de Lausanne, na OMS em Genebra, e no UNDCP em Viena. Também foi colaborador externo no Instituto de Saúde Pública de Genebra e na Universidade de Lausanne. Era formado em Psicologia Clínica e Saúde Pública. Doutor em Psicologia.

Tendo sofrido indiretamente de danos relacionados ao uso e abuso do álcool e outras drogas durante sua infância em Brazzaville, o Dr. Moukolo decidiu se juntar ao trabalho da Cruz Azul do Congo, África, quando jovem. Ele logo se tornou Secretário Geral da Cruz Azul congolesa e a partir de então sempre foi uma pessoa comprometida e envolvida com o trabalho da Cruz Azul na África e no mundo. Ele foi membro do Conselho da IBC desde 1999 até maio de 2022.

Na Assembleia Geral da Cruz Azul Internacional, realizada em outubro de 2012, em Sibiu, Romênia, o Dr. Albert Moukolo, foi eleito presidente da Cruz Azul Internacional, ((https://www.facebook.com/InternationalBlueCross/), cargo no qual permaneceu até 2021. Na época ele declarou: “Estou entusiasmado em assumir essa importante posição e estou ansioso para contribuir para implementar a nova e desbravadora estratégia que foi votada pela Assembleia Geral de 2012, [da Cruz Azul Internacional]… Como uma das poucas organizações internacionais no campo da prevenção e tratamento de danos relacionados ao álcool, temos uma responsabilidade particular de abordar as tristes realidades criadas pela dependência química entre famílias e comunidades em todo o mundo”.

Entre suas  diversas experiências e trabalhos na área da dependência química, no ajudar dependentes e seus familiares, Albert relatou, em seus escritos, que enquanto ele trabalhava na Fundação Vaudoise contra o Alcoolismo – FVA – na Suíça, Albert conheceu alguns bebedores “pesados”, e alguns com o problema da surdez, moradores em regiões da Suíça de língua francesa. Logo observou que na localidade não havia estrutura para receber/acolher essas pessoas para um tratamento, por causa da barreira linguística. Ficou muito impactado e comovido com a situação. Queria ajudar e fazer alguma coisa, mas não sabia como e nem tinha recursos para tal projeto. Ainda assim, durante um ano, trabalhou com essas pessoas dependentes. Inicialmente para aprender a “falar com as mãos” e ensinar um colega e educador da Federação Suíça dos Surdos, a como lidar com  a linguagem de sinais de saúde preventiva. Assim trabalhou e ajudou, durante quatro anos, na  Escola “Fonte de Lausanne”, Suíça, especializada em capacitar facilitadores de saúde para surdos.

Deixe seu comentário